sábado, 4 de julho de 2020

Por onde anda Herivelto Oliveira?

Quando SulBRTV divulgou a notícia que Jasson Goulart trocou a RPC pela RIC, uma reportagem de 2013 começou a destacar entre as mais lidas da semana (coluna à esquerda para quem acessa o blog pelo computador). Com a data de estreia definida de estreia do jornalista, que ocorre nesta segunda-feira (06), a notícia se manteve no ranking. Esse “movimento” dos leitores não é algo pontual e frequentemente ocorre quando alguém de renome é contratado/demitido. O leitor do blog quer saber onde estão algumas figuras conhecidas e pesquisa por postagens antigas. A reportagem em questão mostrava a troca de emissora de Herivelto Oliveira, um dos principais nomes do telejornalismo paranaense, da RPC para a RIC. Porém, atualmente, ele está fora da telinha. Afinal, por onde anda o jornalista?

Herivelto Oliveira é natural de Curitiba e jornalista formado há mais de 30 anos, pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Em 1986, iniciou sua carreira na TV Curitiba (hoje Band Paraná) e depois, de 1986 a 2013, trabalhou na RPC, afiliada Globo, onde consolidou sua carreira e ganhou prestígio, se transformando em um dos principais jornalistas de televisão no estado parananense. 

A saída da afiliada da Globo, em 2013, nunca foi totalmente esclarecida. Em nota, à época, o GRPCOM afirmava que “com a mudança da linguagem dos telejornais, a RPC TV fez alguns ajustes em seu quadro de apresentadores, independentemente da idade ou tempo de casa de cada um de seus funcionários. Este foi um processo natural de adequação ao novo formato.” 
Um mês depois, o jornalista estava de casa nova: a RIC, afiliada RecordTV, onde ficou por dois anos, como apresentador e editor do “Paraná no Ar”. Nos últimos anos, se dedicou a “Sobrequasetudo Comunicação e Arte”, empresa especializada em media-training. E ainda criou no Youtube, o canal "Brasil de Cor", destinado ao público negro.

Já a partir de 2016, Herivelto embarcou na carreira política. Na eleição municipal de 2016, ele concorreu ao cargo de vereador em Curitiba e fez 5368 votos, ficando como primeiro suplente do Partido Popular Socialista (PPS) – o atual Cidadania. Em 2018, tentou a candidatura para deputado estadual, mas não conseguiu se eleger.
Porém, em janeiro de 2019, o jornalista assumiu o cargo na Câmara Municipal de Curitiba, pois o então vereador Hélio Wirbiski, foi nomeado diretor-presidente do Instituto Paranaense de Ciência do Esporte (IPCE). Pelo engajamento e publicações nas redes sociais, Herivelto deve tentar a reeleição ao pleito deste ano.

Fotos: Reprodução RPC, Divulgação RIC e Câmara Municipal de Curitiba. 

Nenhum comentário: