quarta-feira, 19 de abril de 2017

RBS SC divulga opções de nova identidade

A nova identidade do Grupo RBS de Santa Catarina, hoje controlado pelo Grupo NC, será definido por voto popular, conforme divulgado na manhã desta quarta-feira (19) aos funcionários do grupo.

Três opções de nome foram selecionadas para escolha por voto popular. São elas:

  1. Lig - "Ligação"
  2. NSC - "Nossa Santa Catarina"
  3. DNC - "DNA Catarinense"
A campanha de escolha deve começar nos próximos dez dias e se estender por mais 15 dias. Após a escolha, terá início a construção de uma nova identidade visual, conduzida pela Interbrand, com prazo de conclusão em até dois meses. Após isso, começa a campanha de divulgação da nova marca.

Fonte: Meio e Mensagem.

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

TVE desliga sinal analógico em Porto Alegre

Há pouco tempo da extinção da Fundação Piratini, a TVE desligará seu sinal analógico pelo canal 7 VHF de Porto Alegre nesta quarta-feira (1º/02). A transmissão pelo canal 30 UHF digital permanece, bem como a das repetidoras analógicas pelo interior do estado até o fim definitivo da emissora.

O motivo, segundo a Fundação Piratini, é economizar verbas. A fundação pretende locar o espaço liberado em sua torre de concreto no Morro da Polícia. O dinheiro economizado, e arrecadado com a locação, será investido na expansão do sinal digital, que seguirá mesmo com o iminente fim da estatal, conforme garantiu o diretor-geral Miguel de Oliveira ao portal Coletiva.net.

A Fundação Piratini estima que o impacto do desligamento do sinal analógico não supere 5% dos potenciais telespectadores da região.

Fonte: Coletiva.net.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

TVCOM SC encerra atividades em fevereiro

O presidente da RBS SC, Mario Neves, anunciou na tarde desta sexta-feira (27) que a TVCOM de Santa Catarina vai encerrar as suas atividades no próximo mês. O desligamento da emissora ocorrerá no dia 27 de fevereiro.

De acordo com o comunicado enviado à imprensa, a decisão levou em conta uma proposta de renegociação com a NET, distribuidora da TVCOM, que inviabilizaria a sustentabilidade do canal.

A TVCOM já vinha substituindo há algum tempo as suas produções locais por programas terceirizados. Após o fim do canal, o programa Conversas Cruzadas continuará indo ao ar pela rádio CBN Diário. A empresa se prontificou a ajudar os terceirizados a migrar seus programas para outros canais.

Fontes: MakingOf e AcontecendoAqui.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

RBS estuda nova programação para o canal 36

O portal Coletiva.net divulgou nesta quinta-feira (22) que o Grupo RBS está em busca de parcerias para uma nova programação no canal 36 UHF de Porto Alegre (RS), antes ocupado pela TVCOM e OCTO.

Segundo o Grupo RBS informou ao portal de notícias, havia um acordo com a NET que previa exibição de reprises de OCTO até o dia 30 de novembro. As reprises continuarão no canal aberto até que seja fechada uma nova parceria.

A NET é uma das empresas com as quais a RBS está negociando, mas há também outros parceiros em estudo. O Grupo RBS prevê que a nova programação do canal 36 entre no ar no início de janeiro.

A RBS também informou que a concessão do canal termina em três anos e que não há possibilidade de digitalizar o sinal.

Fonte: Coletiva.net.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

RS: Assembleia aprova fim da Fundação Piratini

Como parte do pacote de redução de gastos proposto pelo governador José Ivo Sartori (PMDB), a Assembleia Legislativa aprovou a extinção da Fundação Cultural Piratini, que controla a TVE e a FM Cultura (107,7).

Depois de sancionada a medida, a Fundação Piratini terá um prazo de 180 dias para ser extinta. 241 funcionários devem ser desligados de seus cargos.

De acordo com o governo, a estrutura e as atividades da Fundação serão assumidas pela Secretaria de Comunicação, que ficará encarregada de criar um novo modelo de gestão.

De janeiro a dezembro de 2016, o gasto com a Fundação Cultural Piratini passou de R$ 26,5 milhões. Com pessoal e encargos, o custo ficou acima de R$ 19,4 milhões.

Com sua geradora em Porto Alegre e mais 40 antenas repetidoras por todo o estado, o sinal da TVE é capaz de alcançar mais de 6,5 milhões de telespectadores. Começou a operar em 24 de março de 1974 e é a segunda maior emissora de TV do Rio Grande do Sul. Em Porto Alegre, é transmitida pelo canal 7 VHF analógico e 30 UHF digital (7.1 virtual).

Fonte: G1 e Zero Hora.