sexta-feira, 20 de julho de 2018

Após 28 anos de casa, Glauco Pasa deixa a RBS TV

Foi desligado do Grupo RBS nesta quinta-feira (19) o jornalista Glauco Pasa. O mesmo tinha 28 anos de casa, tendo ingressado na RBS TV na cidade de Santa Maria em 1990. A saída de Glauco foi concretizada por decisão do grupo de mídia da empresa.

Ao portal Coletiva.net, Glauco agradeceu ao tempo de permanência que esteve na RBS TV, enaltecendo os aprendizados e as oportunidades que foram tantas, sem ter o que criticar. Sobre planos pós-RBS TV, o jornalista ainda não possui. Ele decidiu dar um tempo para se reorganizar.

Glauco é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), e na mesma cidade, começou a carreira como apresentador pela sucursal da RBS TV no município. Em 1998, o jornalista ingressou na emissora em Porto Alegre, após um período pelo Paraná. Na capital, ele também trabalhou como repórter esportivo para a TV Globo.

Foto: RBS TV / Reprodução.

quarta-feira, 4 de julho de 2018

RDC TV já está no ar

Nesta segunda-feira (2) passou a fazer parte do núcleo de emissoras gaúchas, a Rede Digital de Comunicação. No ato de inauguração das instalações da RDC TV em Porto Alegre, Márcio Irion, presidente do canal, afirmou: “A família RDC começa hoje”.

Segundo o portal Coletiva.net, Irion exaltou sua equipe afirmando que sem eles nada poderia acontecer e afirmou que a inauguração da RDC TV foi um momento histórico para o estado, e espera contar com embaixadores da RDC.

Na estreia, a emissora começa com o programa Café da Manhã, que conta com a apresentação de Luciano Menezes, inaugurando o estúdio gourmet da emissora. O ato contou com a presença de 200 pessoas, sendo estes diretores, colaboradores, autoridades, convidados e o próprio casting da emissora. Ao Coletiva.net, ressaltou emocionado com o momento o diretor de esportes Cadu Oliveira: "Após tanta expectativa, agora o coração bate forte. É um caminho sem fim, pois o céu é o nosso limite”.

Foto: Coletiva.net.

terça-feira, 3 de julho de 2018

RICTV SC começa a semana com novidades na programação

Nesta segunda-feira (2), a RICTV Record de Santa Catarina passou a contar com um novo apresentador na bancada do SC no Ar. Quem está comanda o jornalístico agora é Rogério Spinelli, jornalista da Record TV, que já apresentou programas da emissora no norte do país.

Nesta nova etapa, Rogério passa a fazer parte da equipe da emissora catarinense, complementado com comentários de economia, previsão do tempo e incluindo, também, a participação de Luiz Carlos Prates. “Vamos manter os pontos fortes deste time e buscar o diferencial na forma de comunicar. É um novo desafio que aumenta o meu senso de comprometimento com o público. Convido todos a acompanharem e interagirem conosco”, comemora.

Com as mudanças ocorridas, Henrique Zanotto ficou à frente do Cidade Alerta SC, substituindo Hélio Costa, que deixou a emissora para concorrer ao pleito eleitoral deste ano.

Foto: Divulgação.

terça-feira, 26 de junho de 2018

Paulo Brito agora é RDC TV

A Rede Digital de Comunicação, passa a contar com um novo nome. Paulo Brito, ex-RBS TV e Band, que passa a integrar o time de apresentadores e jornalistas do novo canal de comunicação do Rio Grande do Sul. Por lá, o comunicador participará em diversos programas da casa, comentando assuntos esportivos e, também, narrará eventos esportivos transmitidos pela rede futuramente. De acordo com o site Coletiva.net, Brito fará aparições nos programas Rio Grande em Movimento, das 11h às 13h e no Jornal da RDC TV a noite, e no 90 minutos, programa esportivo que passará aos domingos, as 21h.

Ao Coletiva.net, Cadu Oliveira, diretor de Esportes da RDC TV, salienta que pelo apresentador não possuir um programa específico no canal, será de grande valia e aproveitamento para a grade. Além de Oliveira, Brito também deu entrevista ao referente site. O apresentador disse que sempre gostou de vivenciar novos desafios e vê a Rede Digital de Comunicação, como uma televisão futurista, com uma estrutura excelente e enalteceu o responsável pela programação da nova emissora gaúcha, Claro Gilberto, afirmando-o que o mesmo passa muita credibilidade.

Famoso pela sua passagem na RBS TV como jornalista esportivo do Jornal do Almoço, Globo Esporte e também pelas suas narrações em jogos locais e nacionais pela própria afiliada da Globo no RS, SporTV e Premiere, Paulo Brito, havia recentemente trocado o Grupo RBS pela Bandeirantes em 2016, após mais de 30 anos, no jornalismo da emissora. Em 2018, saiu da Band RS para se dedicar a um projeto jornalístico em Capão da Canoa. Recentemente, o apresentador está de muda para a nova rede de televisão gaúcha RDC TV, que tem data de estreia prevista para 2 de julho, onde será transmitida pelos canais 24 e 524 da NET.

Foto: Coletiva.net / Divulgação

sábado, 2 de junho de 2018

RS: Fundação Piratini encerra suas atividades

Desde 1974 no ar, a Fundação Piratini encerra suas atividades devido ao pacote de contenção de gastos para enxugar a máquina pública. O órgão detentor da TV Educativa do Rio Grande do Sul (TVE RS) e FM Cultura 107,7 foi extinto com as demais fundações pertencentes ao governo gaúcho que estavam junto ao pacote promovido pelo governo Sartori.

A Fundação Cultural Piratini - Rádio e Televisão, estava em atividade desde março de 1974 e foi um grande marco na comunicação gaúcha. Grandes nomes como Tânia Carvalho, Tatata Pimentel, José Antônio Daudt, Vera Armando e Clóvis Duarte deixaram sua marca na fundação, por meio da TVE RS.

A TVE RS teve sempre uma programação voltada à cultura e à busca pelo conhecimento, através de programas educacionais, assim como seu jornalismo e seus especiais, que enalteceram o turismo e a tradição. Foi afiliada à TV Cultura de São Paulo e também já retransmitiu conteúdo da TV Educativa do Rio de Janeiro. Atualmente, estava em afiliação à TV Brasil. No início dos anos 2000, se integrou à Rede Pública de Televisão, que unia todas as emissoras educativas do país em cadeia nacional, transmitindo uma programação conjunta, com atrações dos diversos canais interligados à rede.

A emissora ficava nas antigas instalações da também extinta TV Piratini. Programas como Radar, Galpão Nativo, Pandorga, 7 no ar e Mãos à Obra foram um marco na programação da estatal, garantindo sempre boa audiência.

Em 1989, a Fundação Piratini ganhava força com a inauguração da FM Cultura 107,7, que era dedicada aos seguimentos MPB, jazz, pop e música clássica, além de promover cultura e informação durante seu tempo em atividade. Assim como a TV, a rádio também será desativada.
Na última quarta-feira (30), foi publicado o decreto nº 54.089, que visa o processo de extinção no Diário Oficial do estado, assinado pelo governador José Ivo Sartori.

Para entender os motivos

Em dezembro de 2016, foi aprovado na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, o Plano de Modernização do Estado (PME), criado pela gestão Sartori, para conter os gastos do governo e aliviar os cofres do estado. Neste plano, a extinção da Fundação Piratini foi um dos alvos, demitindo mais de 50 servidores e realocando os 165 funcionários em caráter de concurso público para outros setores do governo. A programação da TVE RS seguirá até 4 de junho, apenas retransmitindo a programação da TV Brasil. A rádio FM Cultura seguirá com programas gravados.

A TVE RS deixa um histórico de 45 anos dedicados à educação, cultura e lazer, assim como seu jornalismo que também foi referência no Rio Grande do Sul.

Foto: Dilermando Dias