sábado, 13 de julho de 2019

PR: RICTV Record acaba com programa matinal por perda de audiência para Gilberto Ribeiro

Após a saída de Gilberto Ribeiro da RICTV Record para a Rede Massa (SBT), devido às polêmicas recentes, parece que a afiliada da RecordTV, está sofrendo as consequências por conta da exoneração do jornalista. De acordo com informações do portal Notícias da TV, o jornalístico Balanço Geral Manhã perdeu audiência, após três semanas seguidas contra o programa do próprio Gilberto na Rede Massa.


Com o comando de Rebeca Branco, o jornalístico matinal da RICTV Record teve baixo desempenho, chegando até mesmo não pontuar no Ibope, causando prejuízo para as atrações que vieram logo após o jornal, como o PR no Ar, que já foi vice-líder absoluto no Paraná.

Devido à baixa audiência e a perda de público para Gilberto, a RICTV Record, decidiu ampliar o PR no Ar, na faixa da manhã e extinguir o Balanço Geral Manhã que, segundo informações da cúpula da RICTV Record para o Notícias da TV, o jornal ainda estava em processo de implantação. "O programa entrou no ar em caráter de teste. E entendemos que seria mais efetivo ampliarmos a duração do PR no Ar do que manter o Balanço Geral", justifica a assessoria da emissora.

Gilberto Ribeiro saiu da RICTV Record, devido às publicações íntimas nas redes sociais afetando sua permanência à frente da edição paranaense do Balanço Geral. Em maio, após discussões e conversas, Gilberto optou por sair do Grupo RIC. Meses depois do fato, a Rede Massa, afiliada ao SBT no Paraná, apresentou proposta e o contratou para o comando do Primeiro Impacto, jornal este que está dando dores de cabeça à alta cúpula da RICTV Record.

Velho demais

De acordo com o portal Notícias da TV, a decisão para a saída de Gilberto na época, segundo a RICTV Record, era de que o apresentador estaria "velho demais para o comando da atração" e com isso teria ocorrido desentendimentos com ele e a gerente de jornalismo da RICTV Record, Ivete Azzolini, em que a mesma afirmara que, por sua idade, gerou incompatibilidade ao comando da atração. 

Destino de Rebeca

Com a extinção do Balanço Geral, de acordo com o portal Notícias da TV, a jornalista e apresentadora Rebeca Branco, foi deslocada para uma das emissoras da RICTV Record no interior paranaense.

quinta-feira, 4 de julho de 2019

Após 12 anos, André Haar deixa RecordTV RS

André Haar deixou nesta semana a RecordTV RS. De acordo com o portal Coletiva.net, a saída do profissional foi de comum acordo entre o jornalista e a emissora. Haar estava na emissora desde seu retorno a casa em 2016, quando decidiu morar em Portugal, ficando por lá um pouco mais de um ano, chegando até mesmo, lançar um site com informações de culinária, turismo e viagens. Antes de seu afastamento, o jornalista estava na RecordTV RS, desde sua fundação em julho de 2007.

André Haar começou na televisão em 1991, pela Band RS, passou pela TVE e, em 1994, foi para a RBS TV como repórter e, em seguida, apresentador. Durante os 13 anos de Grupo RBS, o mesmo esteve como apresentador da extinta TVCOM, e a frente do Bom Dia Rio Grande, deixando a empresa e ingressando, em 2007, no time de apresentadores da então recém-inaugurada Record RS.

Nas redes sociais, André se manifestou sobre sua saída da emissora, agradecendo pelos 12 anos que esteve na RecordTV RS, sendo destes, 8 anos no Rio Grande no Ar, e também agradece aos colegas que, segundo ele, “...ajudaram a ver que existem novos desafios a seguir”.

Foto: Facebook.

quarta-feira, 26 de junho de 2019

RS e SC enfrentam baixas na televisão

Esta semana foi de desligamentos nas emissoras Band RS e também na NSC TV. No Rio Grande do Sul, o anúncio da saída de profissionais aconteceu nesta terça-feira (25), no Grupo Bandeirantes de Comunicação. A Band RS, dispensou a apresentadora Regina Lima (ex-RBS) que comandava o programa local Band Mulher, juntamente com o seu diretor Fernando Bacoff. Também saíram o gerente de esportes da emissora Caco da Motta, que estava na casa há três anos, o narrador Daniel Oliveira, havendo 20 anos de empresa, o editor de imagem Luiz Mallmann e também Norton Marcon, responsável pelo setor de informação a mais de um ano, segundo noticiado pelo portal Coletiva.net. 

O Band Mulher, que era comandado pela apresentadora Regina Lima, sai do ar e o horário é transferido ao RS Acontece, que passa a ter mais horas de duração e contará com os profissionais que estavam a serviço da extinta atração: o Doutor Paulo Solano, Evandro Hazzy e Paulo Kieling. Para Marianna Kalil ainda não há definição, devido à temática de suas pautas no Band Mulher serem totalmente focadas ao público feminino, que foge completamente da pauta apresentada no jornalístico que toma agora mais espaço na Band RS, de acordo com a Gerente de Comunicação e Planejamento da emissora, Natália Ledur. 

Em Santa Catarina, a NSC TV realizou o desligamento da apresentadora Alessandra Flores que, de acordo com o Portal Making Of, estava na casa desde 2012. 

Alessandra havia sido colocada em férias compulsórias, devido às afirmações feitas pelo presidente do Figueirense Futebol Clube, Cláudio Honigman, alegando que a própria seria filha de ex-superintendente e casada com o ex-vice-presidente do clube, ambos demitidos por Honigman. Com essa situação, de acordo com o Portal Making Of, houve discussões em relação à carreira da apresentadora na casa, resultando no desligamento. 

Alessandra Flores era apresentadora da edição catarinense do Globo Esporte, de acordo com seu perfil nas redes sociais, além de jornalista também é geógrafa formada pela UDESC em 2014. Já passou pela RICTV Record, RBS TV Florianópolis e Joinville, como repórter, e estava na NSC TV, no comando do Globo Esporte. Como informado na reportagem, Alessandra é casada com Fernando Kleimann, que foi vice-presidente do Figueirense Esporte Clube e atual diretor executivo do clube.

Foto (Regina Lima): Band RS / Divulgação
Foto (Alessandra Flores): Marco Favero / Divulgação

quinta-feira, 13 de junho de 2019

PR: Após polêmicas, Gilberto Ribeiro estreia na Rede Massa

Depois de conturbada situação na RICTV Record, por meio de suas postagens “intimas” na internet, o jornalista Gilberto Ribeiro, segue sua jornada agora na Rede Massa, afiliada ao SBT. Na nova casa, ele irá apresentar a edição local do Primeiro Impacto, a partir do dia 17.

A informação foi divulgada ao UOL, pelo próprio apresentador que não escondeu sua insatisfação com as situações que decorreram da situação em que afastou o apresentador da RICTV Record. “Estou na casa desde 1980. Estou chateado porque fiquei sabendo destas mudanças através de blogueiros, e com notícia falsa, não tem nada a ver esse negócio da sunga, nunca me falaram absolutamente nada”, afirma Gilberto.

Gilberto estava na apresentação do Balanço Geral PR, desde 2008 e em 2010, concorreu ao cargo de deputado federal obtendo 103.740 votos, sendo o segundo mais votado no estado. Em abril, o apresentador, ao postar fotos apenas usando sunga nas redes sociais, acabou causando desconforto para a RICTV Record, sendo até mesmo criticado pela própria emissora da Barra Funda. O apresentador chegou a ser exonerado, porém a emissora quis recorrer da situação e trazê-lo de volta, mas Gilberto optou pela saída do Grupo RIC e estar aberto a novas oportunidades.

Após sua saída da RICTV Record, a equipe do SBT entrou em contato com o jornalista, porém, por conta de questões contratuais, ele não poderá se despedir do Balanço Geral e tampouco anunciar sua estreia na nova casa. Na nova casa, Gilberto irá apresentar o Primeiro Impacto, de segunda a sexta-feira das 7h às 8h da manhã.

Foto: Divulgação

quarta-feira, 29 de maio de 2019

SC: "Jornal do Almoço" vai começar mais cedo


(corrigida e atualizada em  31/05, às 16h55)

A NSC TV vai adotar a partir da próxima segunda-feira, dia 3 de junho, uma estratégia que já foi estabelecida há alguns meses entre algumas afiliadas globais em todo o país, incluindo Paraná e Rio Grande do Sul: começar a programação local, após Encontro com Fátima Bernardes”, 15 minutos mais cedo.

O alvo em questão será o “Jornal do Almoço” que, com 15 minutos a mais de duração, terá como meta principal conter a queda em audiência devido à popularidade do “Balanço Geral” da RICTV Record, que começa atualmente às 11h50, e pelo fraco desempenho do programa de Fátima Bernardes. Em Joinville, segundo a última pesquisa do Ibope realizada no mês de abril, a afiliada do canal de Edir Macedo vence na faixa horária das 12h às 15h. Em Blumenau, na última pesquisa, a NSC TV vence o jornalístico apresentado por Joelson dos Santos, mas a diferença entre as emissoras diminuiu bastante e acendeu o sinal de alerta.

Mesmo com esses resultados no interior, o "Jornal do Almoço" vai começar às 11h45 para a região de cobertura da NSC TV Florianópolis. As outras praças vão iniciar o JA no horário normal, às 12h, mas não está descartada que praças como Joinville e Blumenau adotem a mesma estratégia em breve.

Em um comercial, que começou a ser rodado na noite desta quarta-feira (29), é anunciado novos quadros, mais interação e mais links ao vivo. O repórter Edson Amaral, o Edsoul, vai ganhar mais espaço.

A crise de audiência que atinge algumas afiliadas da Globo não é novidade, mas está chegando com mais força a um dos estados considerados mais “seguros”, em termos do Ibope, para o canal da família Marinho. O primeiro susto aconteceu no início do mês, com a inserção da edição fixa do “Redação NSC” para conter o quadro “A Hora da Venenosa”, do “Balanço Geral”, sucesso de audiência. Agora, atinge o horário do jornal mais tradicional da emissora, no ar há quase 40 anos.

O procedimento implantado na RBS TV e RPC TV nos meses anteriores está surtindo efeito. No horário local na hora do almoço, com 15 minutos a mais de duração, as afiliadas da Globo vêm conquistando o primeiro lugar do Ibope.

Correção: ao contrário do que estava escrito na primeira versão do texto, a mudança vai atingir, inicialmente, apenas a NSC TV Florianópolis.