terça-feira, 28 de abril de 2009

Jornal do Almoço SC 30 Anos (2009)

O Jornal do Almoço completa nesta semana, juntamente com a RBS, 30 anos em Santa Catarina. Falaremos sobre um pouco do Jornal do Almoço. Nesta semana a RBS está passando uma série de reportagens sobre o jornal. Antes disso teve a chamada, que foi exibida durante o final de semana, confira:



Ontem, segunda-feira, foi ao ar a primeira reportagem da série mostrando vinhetas e cenários. Como "trabalho" com vinhetas, achei que a reportagem poderia aprofundar mais nas vinhetas, além disso, alguns erros foram cometidos nas datas. Mas foi bom ver vários frames de várias épocas. Confira a reportagem.



Vamos começar do início: 1979.

Este frame ao lado esquerdo era a primeira vinheta (segundo a reportagem) do Jornal do Almoço em Santa Catarina. Na época, havia apenas um apresentador: Felenon Damiani (à direita) apresentava o JA na época. Cenário bem simples. Detalhe para o porta canetas ao lado.

Na década de 80 tem vários frames, muitas dúvidas:


No final da década de 80 já é possível ver algo mais claro e convincente de cenários e vinhetas: Esta foi ao ar no final da década.



Veja alguns frames do cenário:

No lado esquerdo, nota-se um maquiador (maqueando, muito provavelmente, Maria Odete Olsen), e outra pessoa não identificada.
No outro, Luis Carlos Prates.

Abaixo, primeiro frame: Felenon, Mário, Maria Odete e outro apresentador. No segundo, o comentarista político Paulo Prisco.


Pulando pra década de 90, confira a vinheta da década de 90.



Essa vinheta eu não lembro, mas o cenário da ponte Hercílio Luz do cenário em Florianópolis, e em Criciúma, do Edifício Lucio Cavaler são inesquecíveis. Confira alguns frames de Florianópolis.


No lado esquerdo, Cacau Menezes, Mário, Maria e entrevistada. Reparem nas fotos atrás dos apresentadores. No meio, uma TV mostrando o jornal no ar, atrás cenário do Rede Regional de Notícias. No direito, câmeras (a base pro TP é a mesma, só mudaram as câmeras). O estúdio é o mesmo até hoje.

Mais alguns frames...

Em 1996 veio a era do JA colorido, em arco-íris. Confira a piscodélica vinheta:


O ciclo de Maria Odete terminara em 1995, substituindo ela, entra Andrea Busatto, pra mim a melhor apresentadora do JA que acompanhei. Comecei a gostar de televisão - jornalismo acompanhando o JA nesse estilo. O cenário, com ar de grandeza era composto de dois pilares, arco-íris, e um um JA enorme no meio. Outro registro nostálgico, era a câmera que se posicionava acima do cenário, dando visão do palco em carpê, câmeras cenário e bancada. Confira alguns frames:



Eu particularmente não lembro de Luis Ernesto Lacombe apresentando alguma coisa na RBS, mas tenho certeza que ele apresentava ao sábados, já que Mário Motta era o apresentador. Provalmente estes frames devem ser de 1996. No centro, Andrea Busatto e Lacombe. No lado direito, a, falada, tomada aérea mostrando um visual panorâmico do cenário. A jornalista de preto, provavelmente era Geórgia Borin, apresentadora do JA Notícias.



Na tela de divisão ao vivo, Andrea entrevista os atores Paulo José e outro que não recordo o nome, provalvemente falando do especial "Santa Catarina, 100 anos de história" - Programete de 1 minuto nos intervalos comerciais mostrando fatos e contos de todos os cantos do estado. Posso afirmar que a série foi umas de maiores sucesso da emissora até hoje. Foi por volta de 1998. No centro, Cacau Menezes. Na época, ele tinha sua coluna diária no JA de Florianópolis, e nas sextas-feiras para todo o estado. No lado direito, um selo do JA em 1999 completando 20 anos.

Em 2000, veio a padronização dos cenários das afiliadas à TV Globo. Mais uma mudança no JA. Confira a vinheta:



O cenário ganhava, novamente, fotos da cidade ou estado, uma bancada triangular (em algumas afiliadas, iguais até hoje), e "triângulos" coloridos em torno do cenário. Cabe ressaltar, que a cada ano que se passava, até 2005, as luzes e deficiência da iluminação nesse cenário piorava e muito. Me lembro de 2000 até 2002, o cenário era bem colorido, mas sem exageros. Mário Motta e Andrea Busatto apresentavam, apareciam Fabian Londero e Márcia Manfro na telinha substituindo os apresentadores aos sábados. Confira alguns frames:



Nos frames debaixo, Mário e Fabian. E Andrea Busatto no estúdio de verão (ao fundo, a Lagoa da Conceição - cartão postal de Florianópolis) em 2002, provavelmente o último ano dela na RBS TV. Detalhe para o "Vivo" da RBS.

Em 2003, as fotos dos paineis foram trocados. Márcia Manfro, então apresentadora do Estúdio SC, assume a bancada. No Estúdio, entra Camille Reis. Confira alguns frames:






Márcia Manfro no primeiro frame, Cacau no segundo, Márcia e Mário no terceiro, Camille Reis no quarto. Destaque para os 25 anos da RBS. Pra mim, a pior homenagem da emissora.


Em 2005, mais uma renovada nos cenários-padrão da TV Globo. O JA ganha novo cenário e nova vinheta:


O cenário, com algumas mudanças, permanece até hoje. Confira alguns frames:


Provavelmente, estes frames são do primeiro dia do novo cenário. Em outubro de 2005. A bancada era a antiga e a iluminação um pouco deficiente. Na época, Camille Reis substituia Márcia Manfro, que estava de férias.

Em 2008, novamente mudada a vinheta que permanece até hoje:



Após a reportagem sobre as vinhetas do JA, disseram que hoje iria ter uma entrevista com os ex-apresentadores. Não teve essa entrevista. Ninguém sabe o motivo ainda. Seria falta tempo? E nesta sexta-feira, aniversário do jornal e da emissora, teremos um JA especial. Nós do SulBRTV, continuaremos a falar sobre essa semana tão especial para a RBS TV.

8 comentários:

Anônimo disse...

a rbs nao devia sair do Rio Grande

Giorgio Rosso Guedin disse...

você é catarinense (que odeia a RBS, hehe) ou gaúcho?

Anônimo disse...

Quarta também não teve nenhum especial,to até duvidando se sexta vai ter mesmo esse JA Especial...Não apareceu a tal entrevista terça e nem para explicar no final do tele jornal que ouve algum problema não explicaram (MUITO ESTRANHO).

Giorgio Rosso Guedin disse...

é verdade. Acho que a continuação, só na sexta.

Gustavo Alves disse...

Dois casos.
Caso 1:
Acho que a RBS estaria forte se expandisse cada vez mais. Por exemplo, nos anos 80 ou 90 se a RBS comprasse a atual RPC estaria bastante forte, mais ou igual. Nada contra a RPC
Caso 2:
Se a RBS não chegasse a SC em 79 seria possível que a RCE da TV Eldorado e da TV Cultura (atual R. News) se afiliasse a Globo no fim dos anos 80.

clebermaccedo disse...

Com referência a apresentadora de preto é realmente a Geórgia Borin. Ela é canhota! Note a caneta na mão dela. Gostava muito da forma como ela apresentava. Quanto ao Lacombe, lembra que havia a REDE REGIONA DE NOTÍCIAS? Pois então, ele apresentava as notícias regionais. O Jornal do Almoço estava dividido em dois blocos, um antes e outro depois da Rede Regional de Notícias. Hoje as notícias do estado retornaram novamente ao JA.

Anônimo disse...

Eu encontrei no youtube a vinheta de abertura da Rede Regional de Notícias (http://www.youtube.com/watch?v=hnbeYRvNWrM)

sidyfunasa@gmail.com disse...

onda anda a adrea busatto