sexta-feira, 31 de julho de 2020

SBT sem "Chaves": saiba o que RS, SC e PR vão assistir no lugar

Os fãs de “Chaves” em todo o Brasil se surpreenderam com a notícia divulgada nesta sexta-feira (31) de que as obras de Roberto Gómez Bolaños, criador e ator que dá vida ao menino órfão, não podem ser mais exibidas no Brasil seja por serviços de streaming ou na televisão – pelo Multishow e, claro, pelo SBT, emissora que trouxe ao país, 36 anos atrás, o seriado mexicano. Utilizado muitas vezes como “tapa-buraco” da programação do canal de Silvio Santos, as afiliadas e emissoras regionais também recorriam às produções de Chespirito, inseridas localmente, ou seja, diferente da programação nacional da estação paulista. O seriado está “suspenso” a partir de sábado (01) por tempo indeterminado, obrigando o SBT e as respectivas praças regionais e afiliadas a trocarem de atração. 

É o caso do SCC/SBT, de Santa Catarina: “Chaves” era exibido localmente durante a semana, em diferentes dias e horários. Segundo a emissora, de segunda a sexta-feira, às 13h45, o seriado será substituído pela série “The Big Bang Theory (Big Bang, a Teoria)”. Aos sábados, a partir de amanhã, às 12h30, será substituído por Henry Danger. Já aos domingos, às 10h00, será substituído por "San & Cat" e "The Thundermans". 

Já o SBT RS, emissora própria da família Abravanel, escalou para o lugar de “Chaves”, que ia ao ar, apenas para o estado gaúcho, às 12h45, de segunda a sexta-feira, o seriado “Henry Danger”, com início às 13h; “Sam & Cat”, às 13h30. Portanto, com essa mudança, o jornalístico local “SBT Rio Grande” amplia sua duração em 15 minutos, das 11h40 às 13h. 

Já no Paraná, a Rede Massa exibia localmente “Chaves”, de segunda a sexta-feira às 14h15 para as regiões de Curitiba, Ponta Grossa e Foz do Iguaçu; 14h30 em Londrina; Maringá não havia exibição, mesmo que nesta semana o seriado voltou à programação nacional, às 14h15. Nesta sexta-feira (31) o último episódio exibido foi  “Aula de Aritmética”, diferente do resto do país. Ainda não há a definição da grade para a semana que vem, mas o canal do apresentador Ratinho deve seguir a programação nacional, com a exibição de “The Thundermans” para as regiões que exibiam o seriado mexicano às 14h15. Fontes ligadas à emissora suspeitam que, no futuro, esse mesmo horário seja preenchido com programação local, como ocorre atualmente em Maringá. 

Em 2011, no auge dos chamados "episódios perdidos" ou "raros", a Rede Massa já colocava em prática o método de exibição local, o que provocou protestos dos fãs parananenses, que acabaram assistindo a esses episódios apenas dias depois. Em 2013, a praça gaúcha também colocou o seriado localmente com objetivo de crescimento da audiência. Em outubro do ano passado, a mesma emissora exibiu, localmente e sem alarde, um trecho inédito no episódio final do seriado "Chapolin", considerado "perdido mundialmente", pois a Televisa cortava este trecho da versão disponibilizada para emissoras e serviços de streaming. É a exibição da chamada da série "La Chicharra", que substituiu o polegar vermelho no México.

Sites nacionais afirmam que a mudança contratual entre a rede mexicana Televisa, detentora dos direitos das fitas e de exibição mundial, e o Grupo Chespirito, dona dos roteiros escritos por Roberto Gómez Bolaños (1929-2014) provocou um embaraço jurídico, ocasionando a suspensão. Fã-clubes lamentaram a situação. Em resumo, de modo legal, exceto por DVDS, não será possível assistir às obras de um dos principais nomes do entretenimento latino-americano a partir deste sábado (01).

Fotos: Divulgação Televisa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Evite comentar assunto que não tem relação com o post.
Qualquer pessoa física, incluindo em modo de anonimato, poderá discutir e comentar assuntos aqui tratados no Blog. SulBRTV se reserva no direito de excluir/revisar quaisquer tipo de comentários que não se encaixam nas normas de boa conduta ou que sejam propagandas, spams, etc. SulBRTV também não se responsabiliza por erros ortográficos nos comentários e pela veracidade dos mesmos. Outras informações em "Termos de Utilização".